Exposição "Nosso Descanso é Carregar Pedras"

07/08 até07/09 | Local:Anexo do Museu da Inconfidência

A exposição do mês de agosto – Nosso Descanso é Carregar Pedras, de Márcio Almeida, e curadoria de Wagner Nadir -, está em sua última semana e fica disponível para visitação até a próxima quarta-feira (7/9), na sala Mestre Ataíde, localizada no anexo do museu.

A exposição é composta por diversos cartões de ponto de frequência, com desenhos de pedra sobre eles. A obra teve como base a outra produção do artista intitulada Honra ao Mérito, exposta na Bienal do Barro em 2014, que fazia relação com o trabalho. Inclusive, uma das partes da mostra era um móvel de guardar cartões de ponto. Com isso, durante a montagem, Márcio começou a pensar nos cartões e nas suas relações com o exercício do poder, do trabalho e suas muitas implicações no âmbito político.

Em 2017, teve acesso aos registros da área de Recursos Humanos de um Hospital Maternidade desativado e encontrou mais de 5 mil cartões de ponto reais. Com isso, desenhar pedras em cada documento, foi a maneira de denunciar os abusos revelados pelas horas de trabalho ali registradas.

Para pensar na composição do trabalho, Márcio também fez relação entre a arquitetura da empresa e a vigilância que o empregador exerce sobre o empregado. Segundo o artista, os relógios de ponto ficam localizados em locais estratégicos, como se “vigiassem” o horário de entrada, de almoço e de saída dos trabalhadores. “É uma maneira total de controle e vigilância”, afirma o artista.

Márcio ainda ressalta os novos significados que a obra ganha ao estar em Ouro Preto. “A pedra é importante para o trabalho (no município), e na própria construção da cidade; ela estava muito próxima da labuta dos trabalhadores”, destaca. Além disso, tem a relação com as pedras preciosas e com os artesanatos feitos com pedra sabão, que são um dos pontos fortes do turismo, da economia e da cultura local.

Parte dos pontos adquiridos por Márcio serão exibidos no Museu de Arte de Bremen, na Alemanha. No Museu da Inconfidência, a exposição fica disponível até 7 setembro, das 14h às 18h. A entrada é gratuita.