Exposição "Ouro Negro", da artista Taïs Helt

18/11 até18/12 | Local:Casa de Gonzaga

A Prefeitura de Ouro Preto, por meio da Secretaria de Turismo, convida para a abertura da exposição “Ouro Negro”, da artista Thaïs Helt, no dia 18 de novembro, às 14h, na Casa de Gonzaga.
 
A exposição apresenta impressões litográficas e instalações com folhas de ouro.
 
O prefeito de Ouro Preto, Angelo Oswaldo escreveu sobre a mostra. "Cor, forma, volume, movimento, vida, enigma. Que são essas formas criadas pela artista a partir da miríade de impressões litográficas e, em seguida, extraídas como matéria para uma instalação? (...) Todas as respostas terão sua pertinência, pelo que o espectador é ludicamente lícito partilhar e procurar no trabalho da artista aquilo que ela própria continuará a perseguir: o sentido da vida gravado à pedra numa folha de papel".
 
A mostra fica disponível apara visitação até o dia 18 de dezembro.
 
Sobre a artista
 
Thaïs Helt é gravadora, pintora e desenhista. Natural de Juiz de Fora, cursou litografia, entre 1972 e 1974, com Lotus Lobo, na Escola Guignard, em Belo Horizonte. Graduou-se em Belas Artes, em 1976, especializando-se em escultura entre 1978 e 1979, sempre na Escola Guignard.
 
Em 1981, frequentou curso de especialização em litografia, com Antônio Grosso. Em 1991, foi bolsista do Tamarind Institute, em Albuquerque, nos Estados Unidos. Em 1978, fundou a oficina de gravura Casa Litográfica, em Belo Horizonte, com George Helt, Lotus Lobo e Marina Nazareth. Em 1988, abre a Oficina Cinco, um ateliê de litografia, em Belo Horizonte. Em 1993, transfere a Oficina Cinco para Nova Lima, Minas Gerais, onde imprime gravuras de vários artistas, entre eles Amilcar de Castro.