Visite Ouro Preto virtualmente de onde estiver!

Site "Era Virtual" permite ao internauta visualizar toda a cidade, visitar e se informar sobre os principais atrativos turísticos

Por Greiza Tavares | 29/04 às 02h:32
Foto por: Samara Araújo

Nesses últimos tempos conturbados pela pandemia da COVID-19, em que as pessoas estão confinadas em suas casas para evitar a propagação do vírus, é um alento saber sobre a possibilidade de passear através de um computador, celular ou tablet conectados à internet. Esse é o objetivo do site "Era Virtual", que possibilita ao internauta visualizar dezenas de museus brasileiros, exposições culturais, além de proporcionar visitas virtuais imersivas às cidades patrimônio, destacando-se, entre elas, Ouro Preto.

Na página http://eravirtual.org/ os internautas terão acesso a uma visita guiada a Ouro Preto, com informações históricas em áudio e texto sobre cada atrativo e cada bem cultural, sejam eles móveis ou imóveis. Assim, é possível sobrevoar a cidade e apreciá-la de vários ângulos, além de adentrar em suas igrejas e capelas, ver os detalhes dos altares e dos santos, as pinturas nos tetos, as sacristias, os coros. Pode-se ver ainda os parques, praças, pontes, chafarizes, a Estação Ferroviária, além dos museus, como o Museu Casa dos Contos, Museu da Ciência e Técnica, Museu da Farmácia, Museu Casa Guignard e um dos cartões postais da cidade, o Museu da Inconfidência.

A diretora do Museu da Inconfidência, Margareth Monteiro, destaca a importância de projetos como o "Era Virtual", que democratizam o acesso aos bens culturais brasileiros. "Sem dúvida é muito importante, não só nesse período de isolamento, como sempre, abrir esse acesso aos bens culturais para quem está em casa, para quem mora na cidade, para quem quer conhecê-la. Então a acessibilidade virtual na difusão dos acervos e do contexto histórico dos museus só traz ainda mais público para os museus, e isso é muito importante", ressaltou. Margareth contou ainda que a equipe do Museu da Inconfidência também tem buscado divulgar cada vez mais as ações nas redes sociais e no site do museu. "O Museu da Inconfidência vem cada dia mais buscando trabalhar na mídia, no ambiente virtual, usando as redes sociais, além do novo site do museu, que está disponível desde dezembro de 2019, sob domínio do Ibram, no qual o registro do acervo também está disponível para ser acessado pelo público", afirmou a diretora.

 

Sobre o projeto "Era Virtual"

O projeto "Era Virtual", cujo objetivo é a ampla divulgação e promoção do patrimônio cultural brasileiro, tem sido desenvolvido desde 2008. Ele é viabilizado pela Lei Federal de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet) e pela Lei Estadual de Incentivo à Cultura de Minas Gerais. Além disso, conta com parceiros como a Fundação Vale, Ibram (Instituto Brasileiro de Museus) e IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional). Inicialmente, foram desenvolvidas visitações virtuais aos acervos dos principais museus em Minas Gerais, Goiás, Rio de Janeiro e Santa Catarina.  Posteriormente, a partir de 2013, passaram a desenvolver o projeto também para os parques nacionais e para as cidades com sítios considerados como Patrimônio Mundial pela UNESCO. No texto publicado no site, a equipe destaca a importância de aliar tecnologia e inovação à promoção da cultura no Brasil. “Este projeto foi e continua sendo resultado da percepção de que nesta nova era da tecnologia das informações é essencial inovar, rever e reconstruir o modo de promover a cultura”.