Ouro Preto irá sediar III Seminário Internacional sobre Patrimônio e Turismo no Mercosul

O evento está programado para o segundo semestre de 2021 e irá discutir soluções para a preservação do patrimônio cultural e o fomento ao turismo após a pandemia

Por Greiza Tavares | 02/07 às 10h:42
Ouro Preto foi a primeira cidade brasileira a ganhar o título de patrimônio mundial.Foto por: Patrícia Souza

Ouro Preto foi escolhida para sediar a terceira edição do Seminário Internacional sobre Patrimônio e Turismo no Mercosul (III SEMPAT), no segundo semestre de 2021. O Seminário vai reunir especialistas em turismo cultural e outros profissionais das áreas de patrimônio e turismo de todos os países do bloco no intuito de debater propostas e resoluções para a preservação dos sítios culturais, além do fomento ao turismo após a pandemia de Covid-19.

O diferencial dessa terceira edição será trabalhar o Patrimônio Cultural em sua intersecção com a economia, o desenvolvimento sustentável, a experiência dos turistas e a convivência com as comunidades, sempre tendo a preservação do Patrimônio Cultural no centro do debate.

Lavínia Viana, diretora de Turismo, da Secretaria Municipal de Turismo, Indústria e Comércio, comentou a importância da cidade de Ouro Preto sediar um evento como esse. "O III Seminário Internacional sobre Patrimônio e Turismo no Mercosul será muito importante para Ouro Preto, não só por movimentar a economia da cidade no pós-pandemia, mas por colocar em pauta a discussão de soluções para a preservação dos sítios culturais e o desenvolvimento do turismo sustentável nesses patrimônios. Não teria lugar melhor para acolher o evento, afinal, temos o primeiro centro histórico brasileiro a ser declarado Patrimônio Mundial pela UNESCO", declarou a diretora.

A secretária Municipal de Cultura e Patrimônio, Deise Lustosa, também falou sobre a relevância desse encontro internacional na cidade. “É com satisfação que a Secretaria Municipal de Cultura e Patrimônio recebe a notícia da realização do III SEMPAT em Ouro Preto. Durante a realização deste evento, a Cidade Patrimônio da Humanidade, que comemora 40 anos de sua titularidade, passa a ser a sede temporária do Mercosul. Nesta oportunidade, serão discutidos com os outros membros de comunidades irmanadas temas como Patrimônio, Turismo, Economia e Desenvolvimento Sustentável, realizando troca de experiências e apresentando o Projeto para Implantação do Centro de Interpretação de Ouro Preto como modelo durante o seminário”, concluiu a secretária.