No altar das montanhas de Minas, Ouro Preto celebra a Semana Santa

Devido à pandemia, as celebrações serão feitas de forma on-line seguindo os protocolos sanitários e as medidas de seguranças exigidos

Por WellingtonSilva |01/04 às10h:13
Foto por:Patrícia Souza

A Semana Santa, de 28 de março (domingo de Ramos) a 04 de abril (domingo de Páscoa), encontra em Ouro Preto uma das mais belas expressões da religiosidade e da cultura de Minas Gerais. A cidade inteira se mobiliza para as celebrações. Este ano, presididas pela paróquia de Nossa Senhora da Conceição de Antônio Dias e, devido à pandemia e às restrições da onda roxa decretada pelo governo do Estado, serão internas e sem a presença de fiéis.

Para o prefeito Angelo Oswaldo, essa é a época do ano em que Ouro Preto mais ressalta suas características culturais únicas. “Somos um Santuário barroco com tantas igrejas, capelas, passos e referências religiosas por toda a parte, mostrando que há 300 anos, a cidade vive intensamente a fé e a cultura. Este ano, em função da pandemia, não teremos as grandes liturgias, os grandes rituais nas ruas e ladeiras do Município, mas no interior das nossas igrejas, essas cerimônias vão acontecer e serão transmitidas para todos. Isso é muito importante porque nós estamos resistindo e mantendo viva uma grande tradição de arte e de fé, de religiosidade e de cultura. Por isso, Ouro Preto continua sendo Ouro Preto, um dos pontos mais importantes da cultura brasileira no que diz respeito à história e à arte do nosso país”.

“O princípio que usamos para preparar a Semana Santa deste ano é o de fazer a celebração completa, sem cortar nenhum ato. Embora acompanhando à distância, estamos dando ao nosso povo a oportunidade de rezar um pouco mais, de refletir um pouco mais, de colocar o seu sofrimento nas mãos do Senhor”, relata o padre Edmar José da Silva, pároco e reitor do Santuário de Nossa Senhora da Conceição.

As principais cerimônias acontecem quarta, quinta e sexta-feira santas, sábado santo e domingo de Páscoa, na igreja de São Francisco de Assis, obra prima do Aleijadinho e do mestre Ataíde. Elas terão transmissão on-line pelas redes sociais da Prefeitura, com início nesta sexta-feira, dia 26 de março, quando se encerra o soleníssimo e piedoso Setenário das Dores de Maria, na Igreja de Nossa Senhora das Dores.

Paralelo aos eventos religiosos, as tradições da Semana Santa serão lembradas. “A Semana Santa é uma das maiores e mais esperadas festividades do ano. Ouro preto é um cenário belíssimo para todos os eventos desta celebração que este ano não poderá contar com a presença de fiéis e turistas. Vamos mostrar todas as cerimônias religiosas, desde o Setenário das Dores até o domingo da Ressurreição. E, em produções já gravadas que serão exibidas pelas redes sociais da Prefeitura, vamos lembrar também a tradição das matracas, no seu toque silencioso e choroso pela Paixão de Cristo; o Anjo simbolizando a ressurreição de Jesus Cristo; o toque da banda em sua lamúria ou no encantamento de sua música festiva no domingo da Páscoa, além de todas as manifestações em torno da Semana Santa, como os tapetes devocionais, os anjos de prata e a confecção de amêndoas. Vamos possibilitar que o cidadão esteja em casa e participe do evento”, destaca a secretária de Cultura e Patrimônio, Margareth Monteiro.

O secretário de Turismo, Indústria e Comércio, Rodrigo Câmara, reforça a importância dessa celebração em meio à crise mundial que vivemos. “No ano de 2020, em virtude da pandemia, não tivemos as celebrações da Semana Santa de Ouro Preto. Este seria o segundo ano consecutivo sem este evento que é um dos mais aguardados da cidade. No que diz respeito à tradição, arte e perpetuação cultural, é uma perda enorme. Dessa forma, em caráter de homenagem silenciosa, desenhamos essa ação que pretende levar beleza e leveza para uma população sofrida, exaurida e cansada de tanta notícia ruim e tristeza”.

Zaqueu Astoni, secretário da Casa Civil, destaca que a realização da Semana Santa conta com todo empenho da Prefeitura de Ouro Preto, “mostra o compromisso da administração municipal em manter viva a tradição ouro-pretana e propiciar aos moradores, neste tempo de pandemia, este momento ímpar de fé e devoção”.

“É um respeito à fé, um cuidado com a saúde física, mental e também espiritual. Através da internet vamos levar a celebração da Semana Santa ao máximo de pessoas possível, de Ouro Preto e do mundo. Estamos fazendo um grande trabalho junto às paróquias para que todas as missas sejam transmitidas. Vamos preservar nossas tradições e divulgar o destino Ouro Preto”, complementou o secretário de Governo, Felipe Guerra.

 

Ações externas e silenciosas

Ações externas, que respeitam os horários, protocolos e medidas de segurança sanitárias vigentes no Estado, estão sendo programadas:

  • A partir de domingo, 28 de março, um tablado com uma cruz será instalado na Praça Tiradentes, que ficará no alteamento até a segunda-feira, dia 05 de abril, quando será desmontado. A cruz receberá símbolos e paramentos seguindo as cores litúrgicas;

  • Algumas casas receberão toalhas coloridas de acordo com a liturgia;

  • Os Passos ficarão abertos no Domingo de Ramos, são eles:

Passo na rua Getúlio Vargas – Rosário; Passo da Ponte Seca; Passo na Praça Tiradentes

Passo do Antônio Dias.

  • No sábado de aleluia, no período diurno, serão produzidos tapetes de serragem nos seguintes pontos:

Adro da Igreja de São Francisco de Assis; Trecho em frente à Casa de Gonzaga; Alteamento da Praça Tiradentes; Largo e adro da Igreja do Rosário; Adro da Igreja do Pilar.

  • Na segunda-feira, 29 de março, terá início a exposição virtual sobre a Semana Santa em Ouro Preto e a exposição da Santa Ceia (séc. 19), gentilmente cedida pela Paróquia do Pilar. A Santa Ceia, completa e em tamanho real, ficará exposta na Casa de Gonzaga, enquanto passará por restauro. Serão exposições virtuais, que irão até meados do mês de maio quando, se possível, for permitida a visitação presencial dentro dos protocolos sanitários exigidos.

  • A Casa de Gonzaga, sede da Secretaria de Turismo, Indústria e Comércio, receberá em sua sacada anjos que ficarão iluminados à noite, compondo o cenário da cidade.