Comunidade da Chapada realiza a 13ª Gastroarte

Festival gastronômico é tradicional no distrito e organizado pelos moradores locais

Por GreizaTavares |15/09 às05h:07
Foto por:Patrick de Araújo

A comunidade da Chapada, subdistrito de Lavras Novas, realizou neste final de semana a 13ª Gastroarte, festival de gastronomia tradicional na localidade que é realizado no distrito pelos próprios moradores, desde de 2008, com o apoio da Prefeitura de Ouro Preto. O evento retornou às ruas do pequeno vilarejo ouro-pretano após dois anos de suspensão das atividades devido à pandemia. 

A gastroarte contou com shows de Trio Palhaçada, Imperial Coro de Penedo Alagoas, Coral Mater Vocem (Rio de Janeiro), D'Sons, Celestino, Maurinho, Coral Canarinhos de Santana (Mariana), Tony Júnior, Dj Marquinhos e Grupo Fundo de Panela. 

Além das atrações musicais, os moradores organizaram barracas que serviram tradicionais pratos da culinária mineira, como joelho de porco, frango com quiabo e pastel frito. Além de bebidas como chopp, drinks e barracas de artesanatos. “O evento foi maravilhoso, a Chapada ficou muito cheia, graças a Deus, um público muito bacana. Eu olho para as melhorias e a avaliação deste ano é muito boa”, comemorou Ana Conceição Guimarães Pereira, moradora da comunidade e organizadora da festa.

 

Sobre a festa

O evento é produzido desde 2008 por iniciativa dos próprios moradores. Ana Conceição Guimarães Pereira, a Preta da Chapada, foi quem percebeu o potencial do distrito como um bom local de visitação, seja de turistas ou da própria população ouro-pretana. Os moradores da Chapada produzem a comida servida na festa, organizam as barracas e as atrações musicais. Aos poucos o evento ganhou destaque na cidade e agora faz parte do calendário oficial do município e recebe apoio da Prefeitura de Ouro Preto na estrutura do evento. 

 

O distrito

Os historiadores não sabem ao certo a data específica de formação do lugarejo que deu origem à vila da Chapada. No entanto,  documentos encontrados na Capela de Santana, localizada na região central da localidade, fazem menção ao século XVIII. O distrito está a 7km da Estrada Real, no trecho que liga Ouro Preto a Ouro Branco, o local fazia parte do Caminho Velho, trajeto criado ainda no Brasil Colônia para transportar o ouro retirado das minas de Ouro Preto até a capital da colônia no Rio de Janeiro. Hoje em dia, a Chapada é conhecida pela tranquilidade e atrativos naturais, como as Cachoeiras do Castelinho e do Falcão.