Cadeira de Dom Pedro
Cadeira de Dom Pedro

Acervo do PROPAT

O bem cultural Cadeira de Dom Pedro possui status de relíquia local relacionada à história dos dois imperadores do Brasil, D. Pedro I e D. Pedro II, em suas viagens à região de Ouro Preto, com passagem por Cachoeira do Campo, distrito de origem e onde encontra-se o bem cultural. O segundo imperador do Brasil anotava, com acuidade e curiosidade, vários pormenores de suas constantes viagens nacionais e internacionais. Em Cachoeira do Campo não foi diferente. Em sua passagem no ano de 1881 percorreu parte das ruas a pé até a Matriz, onde orou e participou de grande festa organizada para sua recepção. Segue abaixo trecho do relato do Imperador, feito de próprio punho, cuja parte grifada diz respeito a Cadeira, que, ainda que sucinta revela pormenores interessantes: nela havia se assentado seu pai, Dom Pedro I, e a mesma tinha forma antiga.


2 de abril de 1881 (sábado) - 6 h. Partida [de Ouro Preto]...Subida da serra que divide águas do rio Doce de águas do rio das Velhas. Alto da pedra de amolar. Vasta e bela vista. O caminho é todo muito pitoresco. Descobri ao longe o Rio das Velhas. Chafariz do tempo do governo de D. Rodrigo de Meneses 1722 creio eu.1 Arraialzinho dos Taboães com ponte. Cachoeira do Campo arraial de muitas casas. Almocei; fui orar à Igreja que tem dois altares laterais que muito me agradaram por seus lavores de talha...Voltei à casa onde vi uma cadeira de forma antiga onde meu Pai se assentou e um Murta de 88 anos que lhe cuidava dos animais de viagem. Entreguei as duas cartas de alforria dadas pelo dr. Fernandes Torres a dois cônjuges ao marido estando ausente a mulher. O arrendatário das duas fazendas disse-me que cada alqueire já produziu 8 carros de mantimentos...

Trata-se de uma cadeira estilo Dom José, de três pés, atualmente sem policromia. Seu assento de palhinha combina com o encosto e os apoios de braços, circulares. Orna o frontal da cadeira, sob a linha do assento, uma delicada rocalha. Os dois pés frontais, encurvados, tem forma de patas leoninas. Por estas características, podemos datar essa cadeira como um móvel do terceiro quartel do século XVIII.

 



Parecer de tombamento: clique aqui para download

Fontes de informação e referências:

Acervo de Inventários e Dossiês da Prefeitura de Ouro Preto/PROPAT e Arquivo Público Municipal de Ouro Preto