Chafariz de Dom Rodrigo
Chafariz de Dom Rodrigo

Acervo do PROPAT

O bem cultural Chafariz de Dom Rodrigo, situado na antiga estrada que ligava Cachoeira do Campo a Vila Rica, é um bem tombado pelo município de Ouro Preto pelo seu valor histórico, artístico e arquitetônico desde o ano 2007. O caminho que tem como um de seus marcos naturais a chamada Pedra de Amolar, por vezes também referida como identificativa seja do próprio chafariz ou mesmo da estrada, como “estrada da Pedra de Amolar”, “chafariz da Pedra de Amolar”. Construído em 1782, a pedido do então Governador da Capitania de Minas, Dom Rodrigo José de Meneses, foi e ainda é, um importante marco e ponto de referência do trajeto, que foi registrado nos diários de importantes viajantes que percorrem essa região. A construção do chafariz de Dom Rodrigo é associada diretamente à abertura de uma nova via de comunicação entre Ouro Preto e Cachoeira do Campo; do uso de chafarizes como equipamento de abastecimento público de água; e do valor dessas construções também como monumentos. Pode-se destacar alguns aspectos que ainda hoje são importantes e chamam a atenção de quem percorre a estrada, principalmente os importantes cortes de rocha; muros de arrimo feitos em pedra; a própria contenção exercida pelo chafariz; a natureza local e seus pontos de interesse, como a Pedra de Amolar; e a vista de uma bela paisagem em que se destacam outros elementos, como o Pico de Itabirito.



Parecer de tombamento: clique aqui para download

Fontes de informação e referências:

Acervo de Inventários e Dossiês da Prefeitura de Ouro Preto/PROPAT e Arquivo Público Municipal de Ouro Preto